manual de engenharia têxtil

translate to English




Alguns dos livros recomendados na Faculdade já não estão à venda.
Um deles é o Manual de Engenharia Têxtil da Fundação Calouste Gulbenkian que pelo que me tenho vindo a aperceber é dado como referência em n sítios mas que só se encontra para consulta em bibliotecas ou então à venda em alfarrabistas.
Foi a "googlar" à procura deste livro que fui parar ao OLX e que encontrei o Manual do Fabricante de Tecidos sobre o qual escrevi ontem. E a coincidência é que um dos autores do Manual de Engenharia Têxtil também iniciou a sua profissão no mesmo local que José Maria de Campos Mello, ou seja na Covilhã. Neste caso, na Fábrica Campos Melo, Irmão, Lda. Não faço a mínima ideia se esta fábrica ainda existe. Mas a coincidência dos nomes Campos Melo e Covilhã faz com que sejam referências que merecem alguma pesquisa que ainda hei-de arranjar tempo para fazer.
Entretanto, este último Manual é de 1984 e parece-me quase a uma biblia no campo dos têxteis.
Algumas das páginas estão sublinhadas e com anotações de antigo(s) proprietário(s).
E inclusivé ainda tem pequenos papéis com anotações manuscritas.
Pode parecer um bocado esquisito mas eu gosto de bisbilhotar estas coisas e acho piada a estes achados.

5 comentários:

  1. Olá Paula!

    Tenho que admitir que estes eram dos livros que mais queria ter... :) e fiquei contente que os tenhas achado! Nem acreditas as voltas que dei o ano passado para os ter...! E nunca os consegui achar! Quem mos mostrou foi o meu antigo chefe que os tinha e mos emprestou durante uns meses - eu é que não gosto de ter livros emprestados, prefiro sempre ter os meus... (:
    De qualquer maneira, não compreendo porque é que a gulbenkien deixou de fazer estes livros (assim como não compreendo o fim da biblioteca técnica...) assim como outros que me fizeram tanto jeito durante o curso de engenharia... (sabias que este continua a ser o livro de referência na Engenharia Têxtil no Minho? E deixou de ser feito... ) Enfim...

    Aproveita, realmente está muito bem escrito, é fácil de ler e muito agradável (:

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro anotações feitas por antigos proprietários! Talvez meu gosto por sebos e livros de segunda mão se explique dessa maneira.
    Bjs e ótima semana!

    ResponderEliminar
  3. Vejo que a Paula está a mergulhar a fundo no mundo do vestuário! Muito interessante tudo o que aqui vai mostrando. Boas descobertas!

    ResponderEliminar
  4. A quem interessar... há vários exemplares na biblioteca da Universidade do Minho (Campus de Azurém).

    ResponderEliminar

botões de partilha